Especial MMF 2011 – Part.01

E como prometido…hoje começa o Especial MMF 2011,onde toda semana falarei de 2 das bandas presentes no evento.

Começando pelo dia 16,hoje falaremos sobre Sonic Jr. e Maria Gadú.

Sonic Junior:

O Sonic Junior cria músicas e trilhas visando explorar as mais diversas linguagens artísticas, buscando novidades e promovendo uma verdadeira fusão de conceitos e tendências.

Depois de lançar os cds “SONIC JUNIOR/01” e “O MUNDO LÁ FORA/03”, nasceu a vontade de desenvolver um trabalho que possibilitasse “o exercício de novas 
idéias refletindo as coisas boas que estou vivendo agora”, afirma Juninho, 
letrista, percussionistas, baterista e programador do projeto Sonic Junior. 
Surge o terceiro cd, intitulado “PRA FAZER O MUNDO GIRAR”, que é resultado 
de um trabalho construído através da autonomia e verdade aos ideais do artista. 
O SONIC JUNIOR representou o Brasil na Fête de la Musique (Paris). Fez apresentação na cidade do Porto (Portugal), Vienna e Salzburg (Áustria) ; 
participou de quase todos os festivais de grande expressão no Brasil, como o 
Abril pro Rock , MADA , REC Beat , Freezone , Free Jazz Project , Goiana 
Noise Festival , Humaitá Pra Peixe , Balaio Brasil – SESC/SP , Festival Internacional de Dança – SESC / SP , Curitiba Pop Festival , FMI, Multiplicidade Oi Telemar, FMI, DemoSul, Nova Consciência, dentre outros. 

E vai trazer para Alagoas seu show cheio de atitude  e letras positivas =D

Maria Gadú:

Maria Gadú sempre foi precoce. Paulistana da Vila Mariana criada por uma mãe atenta e dedicada ao talento da filha, preferia a companhia dos adultos da casa – e da música, que lá se ouvia, fique bem claro – a das outras crianças. Na companhia da mãe e da avó, Maria conhecia o repertório de cantores e cantoras que a influenciariam: Carmem Miranda, Dolores Duran, Adoniran Barbosa, Maria Bethânia, Caetano, Chico Buarque, Gal Costa. 

A Escola Municipal de Educação Artística da prefeitura de São Paulo ajudou mesmo a Gadú, ainda na infância, a dar os primeiros passos. Mais tarde, Gadú não conseguiria de adequar a nenhum método formal de música. Contraditoriamente, Gadú estudaria sua própria voz e criaria suas próprias técnicas, através de livros de métodos vocais de jazz e soul, sozinha, em frente ao espelho. Autodidata também para instrumentos, aprendeu a tocar piano e violão. 

Com 12 anos, na paradisíaca Ilha Grande compôs “Shimbalaiê”, MPB de levada afro, uma das músicas mais populares de seus shows, que carrega o verso: “quando mentir, for preciso, poder falar a verdade” . Após a adolescência e a longa passagem pela formação da escola que é tocar em barzinhos, resolveu ir para a Europa com um amigo percussionista para se apresentar em festivais de música independente. Após passagem, de agosto a outubro, pela Itália e Irlanda tocando em festivais, casas e shows e até na rua, Maria Gadú retornou ao Brasil para festas de fim de ano, com o objetivo de rever a família e rapidamente se organizar para voltar a Europa. Resolveu passar a virada do ano no Rio, para rever alguns amigos, e daqui não saiu mais, fazendo shows e desenvolvendo a carreira na cidade. 

E ela vai trazer sua forma única de cantar para Alagoas,enriquecendo assim o evento!

E é isso por hoje! Se vocês curtem Sonic Junior e Maria Gadú ou vão estar presentes no MMF 2011,comentem ou clique em ‘Like’. Bom show para todos!

Make Your Life!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s