O Jeito ÚNICA de ser…

O que você gosta tem influência sobre como é vista por outras pessoas? É discriminada apenas por ser diferente, por ter atitude, por ouvir músicas únicas ou pelo jeito que se veste? A sociedade atual com sua tecnologia e todas as suas regras é injusta sempre, taxa e conceitua as pessoas pelo seu jeito de vestir, seus gostos e seus ideais. A sociedade considera todos os outros loucos e apenas eles “normais” e assim chegamos ao assunto deste post.

Sabemos que várias pessoas sofrem com o preconceito apenas por serem diferente dos demais, e também sabemos que mulheres sofrem bem mais com o preconceito do que os homens. Uma dessas batalhas que as mulheres enfrentam é quando são roqueiras. Com suas roupas pretas, seus acessórios metálicos e seus cabelos coloridos chamam a atenção onde chegam, mas nem sempre são bem vistas. Mesmo homens também fazendo parte deste meio, são bem mais aceitos do que as mulheres, homens tem uma certa liberdade que as mulheres não tem.

As roqueiras são vistas equivocadamente como grosseiras, rebeldes, mal educadas e principalmente masculinas. No meio destas, algumas acabam achando que precisam ser assim para poder assumir que são roqueiras. O post de hoje vai mostrar justamente o contrário, que pode-se sim ser feminina, sexy, educada, ter atitude e ser talentosa sem deixar de ser o que realmente é. O exemplo real disto…

Kittie

  Kittie é uma banda de metal canadense formada por mulheres. Foi formada em 1996. A banda passou para o sucesso em 1999, quando a faixa “Brackish” tornou-se um hit único. O nome “Kittie”, explicado por Morgan Lander: “Quando nós ficamos pensando em nomes para chamar a banda, antes de nosso primeiro show, nós tínhamos decidido que queríamos algo completamente contraditória ao que a banda e o som da banda é. Penso que escolhemos Kittie porque queríamos algo totalmente inesperado, algo que soasse fraco, de modo que quando se ouve a banda pela primeira vez, seja um choque total. Penso que houve alguns outros nomes, pussy sounding … Tal como Swan ou Swansong (que é como eu realmente queria chamar a banda) … Mas Kittie foi escolhido, e o resto é historia.”

 

ROCKA

 Karen Silva, no fim de 2008, resolveu seguir sua carreira solo, e deu seu apelido do colégio como nome do projeto, Rocka. O som, como diz o nome, é um rock marcante e bem trabalhado, que mistura rock alternativo, pós-grunge, com a antiga raiz do rock. As influências são variadas, mas não fogem do estilo, que vão de Paramore até Foo Fighters. Original, bem produzido e sincero, são as três características que diferenciam as suas músicas de outras bandas. Riffs que não saem da cabeça, solos de guitarras, arranjos bem feitos, sem contar as letras, que falam sobre situações presenciadas ou assistidas por ela. Alguns até brincam falando que suas músicas são “músicas chicletinho”, aquelas que você escuta uma vez, e fica cantarolando o dia inteiro. Apesar de ser um projeto novo, Rocka já se apresentou no programa Altas Horas da Rede Globo, recebeu elogios do Zona Punk, site que é bastante reconhecido no ramo, com a sua antiga banda. Seu primeiro clipe foi lançado em julho, e neste ano, ela participou no Programa ÍDOLOS ficando entre os 50 melhores do brasil. Essa rockeira veio pra ficar! Se você quer saber se é verdade, confira o som!

http://www.myspace.com/rockaoficial

http://www.youtube.com/rockaofficial

OTEP

 Após oito meses, uma apresentação assistida por Sharon Osbourne e Ozzy Osbourne foi o suficiente para a banda participar no terceiro palco do Ozzfest em 2001, antes mesmo de ter contrato com uma gravadora. A banda também participou do festival em 2002 e 2004. O som experimental da banda foi logo descrito como nu metal. Baseado em sua apresentação, o grupo fechou contrato com a Capitol Records, resultando no álbum de estréia Sevas Tra (2002). Na época a banda consistia da vocalista Otep Shamaya, do guitarrista Lee Rios, do baterista Doug Pellerin e do baixista Evil J McGuire.

 

E outras bandas com mulheres que fazem a diferença:

Pitty

 

Paramore

 

Arch Enemy

 

The Agonist

 

Épica

 

Tarja Turunen

 

Eyes Set To Kill

 

Evanescence

 

Estilo e autenticidade

Uma das coisas mais atraentes são os Looks (visual), onde pode-se ser ousada e original ao mesmo tempo, utilizando-se de várias peças de roupas ou mesmo com algo bem básico e com vários acessorios específicos como pingentes, braceletes, brincos, piercings, cintos.

Dá pra encontrar esses materiais facilmente na internet e selecionamos alguns destes na loja virtual   Succubus Store

A Loja Succubus Store customiza e fabrica roupas por encomenda…deixe sua sensualidade e criatividade aflorar. Entre em contato.

“A Succubus é meu sonho de consumo….vai além de bens materiais
meu sonho é que ela cresça e seja reconhecida por todos os Headbangers
não só como loja mas como um ambiente de paz e de encontros amigáveis.”

– Bruna

Comunidades no Orkut:

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=117342425

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=116384361

Divirtam-se queridas!

MAKE YOUR LIFE!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s