O mal da humanidade…

Esta semana tive de fazer uma redação de filosofia na universidade e o resultado foi legal,por isso queria compartilhar com vocês…leitores do Findings of Life.

 

Proposta: Por que existe desigualdade social? Quais as causas? É possível acabar?

Hoje em dia a temática desigualdade social é debatida com frequência e esquecida logo em seguida. O fato é que nem todos sabemos como ou por que começaram essas divisões de classes, mas dá pra ter uma noção.

Por vivermos numa sociedade capitalista, a desigualdade torna-se uma consequência disso. Vítimas dos poderosos, a classe menos favorecida precisa ser assim para que o ciclo continue. Em outras palavras, o rico precisa manter o pobre cada vez mais pobre e desinformado para poder aceitar se sujeitar a exploração feita por eles. Isso se tornou tão comum que às vezes as pessoas se deparam com cenas realmente lamentáveis e encaram como parte da “paisagem” (é normal, desde que não faça parte da sua realidade) ver crianças, adolescentes e até mesmo adultos pedindo esmolas, se prostituindo, passando fome ou morando nas ruas é encarado como algo comum, o que na realidade não é.

Existe a concepção de que todos já nascem egoístas, o que é usado para justificar a falta de humanização das pessoas e de certa forma pode até ser uma falha de caráter comum, porém isso é só mais uma brecha para fazer as pessoas aceitarem a crueldade alheia como sendo natural. É fácil escrever sobre política, mas seriam tantas falhas e absurdos que ficaria cansativo. Num país onde escolas de samba recebem mais atenção do que escolas públicas, já dá para ter uma noção da sujeira que impera no mundinho deles. São valores invertidos e que são disseminados pela sociedade, uma sociedade treinada para ser tecnicamente igual à Justiça – cega, surda e muda (principalmente muda) – porém, sem o senso crítico sustentado por valores morais que a justiça originalmente deve ter e não tem.

É possível acabar? Por mais que se queira acreditar que algum representante da sociedade possa chegar no poder e fazer grandes mobilizações unido à uma nova consciência igualitária, com certeza acho improvável. Não é que não acredite no poder das pessoas que vão à luta por vidas mais dignas, é que simplesmente nesse caso não confio que haverá alguma mudança enquanto este for o regime político. Porém, não quer dizer que todo o esforço em buscar mudanças seja inválido, pelo contrário, toda tentativa de lutar por condições justas é válida. E lembrarmos sempre que somos dotados de algo único que é a capacidade de raciocínio, então por que não usar?

Paula Barros.

Serviço Social – Manhã

Turma 2012.1

 Gostaram? Concordam,discordam…aqui vocês são livres para opinar,deixem seus comentários! ;) 

MAKE YOUR LIFE!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s