Rock In Games

Semana do rock no Findings Of Life começando e eu não poderia deixar de falar de outra coisa… Rock n’ Roll e games. Quem me conhece sabe o quanto sou apaixonado por games, e jogo todos os tipos de jogos tanto pra me divertir quanto pra analisar. Hoje falaremos de como a música se une aos jogos e como isso é importante para cada jogo, e especificamente falaremos de rock nos games.

Corrida e Rock

Pra começar vamos puxar da memória um jogo bem antigo lá de 1993, isso mesmo! Um jogo que incluiu o rock como trilha sonora, esse jogo é o Rock N’ Roll Racing que foi desenvolvido pela Blizzard e publicado pela Interplay para Super Nintendo e Mega Drive.

Quem teve um Super Nintendo lembra desse jogo único, uma corrida muito louca ao som de Henry Mancini, Black Sabbath e outros. O que não pode deixar de ser lembrado por qualquer gamer fã de rock é que esse espaço do rock nos games é mais do que merecido e nos dá uma variedade muito grande para que possamos curtir ambos ao mesmo tempo.

Uma guitarra, um jogo

Como se não bastasse ouvir as músicas nos jogos e se encher de adrenalina em meio a uma corrida, alguém teve uma ideia genial de unir as músicas em um jogo de uma forma diferente. Em 2005 a Harmonix resolveu inovar e se firmar no mundo dos games, ela criou para Playstation 2 o maravilhoso Guitar Hero. Jogo que te dá a experiência de acompanhar as notas e acordes mostradas no jogo, mas não era só isso que eles trouxeram para o mundo dos games. Imaginando como o jogador iria se sentir e viver aquilo eles criaram um joystick em forma de guitarra para que a emoção e a imersão fosse maior, e assim poder desfrutar de rock e game de uma forma mais elaborada.

Isso foi uma forma de revolucionar o mundo dos games, sem contar nas portas que abriu para que outras empresas se dedicassem a isso e não é a toa que se dedicaram e realmente deu certo. Podemos ver e perceber isso nos dias de hoje, onde isso está tão inserido em nosso cotidiano que realmente devemos admitir que foi um marco e algo único.

Curtindo juntos

Depois das portas que o Guitar Hero abriu e das portas que se fecharam pra Harmonix na série Guitar Hero, os caras resolveram inovar mais uma vez sem perder tempo. A imersão que o  Guitar Hero trouxe já não era mais tão forte quanto o que a Hamonix estava criando, algo que realmente viria a ser único dois anos depois do lançamento de Guitar Hero.

Era legal tocar em uma guitarra joystick e acompanhar notas na tela? Sim, mas se colocar uma bateria, baixo e de quebra um microfone? E se tudo isso for ao mesmo tempo e ainda for com seus amigos? Sim! A Harmonix conseguiu, criou o Rock Band e assim abriu uma enorme variedade de diversão dentro desse universo. Agora o rock estava composto de uma banda! Sim, agora o player e seus amigos poderiam ouvir rock, jogar e ainda entrar literalmente em um show e ser uma banda por horas dentro de casa ou na garagem.

Orgulho de ser Gamer n’ Roll

Seja com Guitar Hero, Rock Banda ou juntando os dois no computador em Frets On Fire o importante é curtir muito rock sozinho ou com os amigos, já tive essa experiência e confesso que é única e muito divertida. Então peguemos nossas guitarras, baterias, microfones ou teclados e nesse dias mundial do rock vamos balançar muito a cabeça e tirar 5 estrelas em todas as músicas de cada jogo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s